SIGAM-ME OS BONS

A QUEM POSSA INTERESSAR

A maior parte dos textos aqui citados (por razões óbvias) não tem a autorização prévia dos seus legítimos proprietários. Entretanto, o uso neste blogue deve-se apenas a razões estritamente culturais e de divulgação, sem nenhum objetivo comercial, de usurpação de autoria e muito menos de plágio. A administradora do ARMADILHAS DO TEMPO pretende apenas expressar a sua admiração pessoal pelas obras e pelos autores citados, julgando assim contribuir para a divulgação da arte, da literatura e da poesia em particular. A ADMINISTRAÇÃO DO ARMADILHAS DO TEMPO respeitará inteiramente a vontade de qualquer autor que legitimamente manifeste a vontade de retirar qualquer texto aqui postado.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Skin Change

Às vezes apetece-nos mudar de pele. Ou mudar de sítio, de casa, de vida. Deixamos de nos sentir bem dentro de nós mesmos e gostávamos de ser outra pessoa, alguém por nós imaginado com uma vida supostamente ideal, na qual os pequenos (grandes) problemas do dia-a-dia aparentemente não existiriam.
E acordamos, de manhã, com essa persistente ideia que, aos poucos, nos vai fazendo sonhar ser outra pessoa e, simultaneamente, não nos deixa usufruir das coisas boas que, ao longo do dia, a vida real, a nossa, nos vai trazendo.

Até que um dia percebemos quão importantes são essas pequenas coisas. Um sorriso, um dia de sol, um acordar aninhado com um beijo pela manhã são, muitas vezes suficientes. E voltamos a querer a vida que temos todos os dias.

FONTE: BLOGANTES

Nenhum comentário:

Postar um comentário