SIGAM-ME OS BONS

A QUEM POSSA INTERESSAR

A maior parte dos textos aqui citados (por razões óbvias) não tem a autorização prévia dos seus legítimos proprietários. Entretanto, o uso neste blogue deve-se apenas a razões estritamente culturais e de divulgação, sem nenhum objetivo comercial, de usurpação de autoria e muito menos de plágio. A administradora do ARMADILHAS DO TEMPO pretende apenas expressar a sua admiração pessoal pelas obras e pelos autores citados, julgando assim contribuir para a divulgação da arte, da literatura e da poesia em particular. A ADMINISTRAÇÃO DO ARMADILHAS DO TEMPO respeitará inteiramente a vontade de qualquer autor que legitimamente manifeste a vontade de retirar qualquer texto aqui postado.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

GRATIDÃO

Não há dúvida que o que gratifica nossa existência, é saber que aqueles conselhos e toques que nos foram dados no passado, e que seguimos, fizeram bem em nossa vida.
É constatar que as palavras eram verdadeiras e sinceras.
Sentir que as intenções eram honestas e que você era querido.


Deixar o tempo passar e notar que isso tudo não se abala, só melhora.
Saber que tudo aquilo fazia sentido e não notavamos nos foi enfiado na cabeça por alguem com generosidade e paciência que nos fez cair no caminho certo. E fez isso com beleza, suavidade e poesia.


Pode parecer pouco, mas constatações como essa validam nossa vida.


BLOG DO VITÓRIO BORELLA

Nenhum comentário:

Postar um comentário