SIGAM-ME OS BONS

A QUEM POSSA INTERESSAR

A maior parte dos textos aqui citados (por razões óbvias) não tem a autorização prévia dos seus legítimos proprietários. Entretanto, o uso neste blogue deve-se apenas a razões estritamente culturais e de divulgação, sem nenhum objetivo comercial, de usurpação de autoria e muito menos de plágio. A administradora do ARMADILHAS DO TEMPO pretende apenas expressar a sua admiração pessoal pelas obras e pelos autores citados, julgando assim contribuir para a divulgação da arte, da literatura e da poesia em particular. A ADMINISTRAÇÃO DO ARMADILHAS DO TEMPO respeitará inteiramente a vontade de qualquer autor que legitimamente manifeste a vontade de retirar qualquer texto aqui postado.

domingo, 13 de janeiro de 2013

COISAS QUE VOCÊ NÃO FEZ


8 de junho de 1972, um avião americano bombardeou Trang Bang 
durante a Guerra do Vietnã. Ali se encontrava Kim Phuc e sua família. O fotógrafo Nic Ut registrou a famosa imagem.
Na foto ao lado, mostra como Kim está hoje em dia. Ela mora no Canadá, e é embaixadora da Boa Vontade da UNESCO


Lembra-se do dia em que tomei emprestado o seu carro novo em folha e o amassei?
Pensei que me mataria, mas você não me matou.
E lembra-se da vez em que o arrastei para a praia e você disse que ia chover, e choveu?
Pensei que você ia dizer “Eu Não Disse?” Mas você não disse.
Lembra-se da vez em que namorei todos os caras para te fazer ciúmes, e consegui?
Pensei que você me largasse, mas você não largou.
Lembra-se da vez que derramei torta de morangos no tapete do seu carro?
Pensei que fosse me bater, mas você não bateu.
E lembra-se da vez que esqueci de avisar que a festa era a rigor e você apareceu de jeans?
Pensei que fosse me largar mas não largou.

É ...houve uma porção de coisas que você não fez.
Mas me aguentou, e me amou, e me protegeu.
Havia muitas coisas que eu queria lhe retribuir quando você voltasse do Vietnã.
Mas você não voltou.

(ANÔNIMO)

extraído do livro: “Vivendo Amando e Aprendendo” – LEO BUSCAGLIA

Um comentário: