SIGAM-ME OS BONS

A QUEM POSSA INTERESSAR

A maior parte dos textos aqui citados (por razões óbvias) não tem a autorização prévia dos seus legítimos proprietários. Entretanto, o uso neste blogue deve-se apenas a razões estritamente culturais e de divulgação, sem nenhum objetivo comercial, de usurpação de autoria e muito menos de plágio. A administradora do ARMADILHAS DO TEMPO pretende apenas expressar a sua admiração pessoal pelas obras e pelos autores citados, julgando assim contribuir para a divulgação da arte, da literatura e da poesia em particular. A ADMINISTRAÇÃO DO ARMADILHAS DO TEMPO respeitará inteiramente a vontade de qualquer autor que legitimamente manifeste a vontade de retirar qualquer texto aqui postado.

domingo, 15 de maio de 2011

EU APENAS QUERIA QUE VOCÊ SOUBESSE...




Eu apenas queria que você soubesse que aquela alegria ainda está comigo..
E que a minha ternura não ficou na estrada, não ficou no tempo, presa na poeira..
Eu apenas queria que você soubesse que esta menina hoje é uma mulher, e que esta mulher é uma menina que colheu seu fruto, flor do seu carinho...
Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta, que hoje, eu me gosto muito mais porque me entendo muito mais também...
E que a atitude de recomeçar é todo dia, toda hora..
É se respeitar na sua força e fé, é se olhar bem fundo até o dedão do pé...
Eu apenas queria que você soubesse que essa criança brinca nesta roda e não teme o corte das novas feridas pois tem a saúde que aprendeu com a vida..."

Gonzaguinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário